Crítica: Boa Noite, Mamãe (Ich seh, Ich seh, Áustria, 2014)


Prepare-se para ter uma experiência perturbadora e violenta ao assistir Boa Noite, Mamãe.
O longa começa com dois meninos, gêmeos, brincando em uma paisagem sufocantemente isolada enquanto esperam a chegada da mãe, que fez uma cirurgia plástica.
Ela retorna irreconhecível sob as ataduras que cobrem o seu rosto. Não só sua fisionomia está alterada como seu comportamento também.
As crianças desconfiam que ela não é quem diz ser, gerando então um longo conflito devastador.


É comum esperarmos que uma mãe seja amorosa, compreensiva e protetora.
Mas a mãe dos gêmeos é alguém muito preocupada com as aparências, principalmente por trabalhar em um canal de TV. Ela tenta mostrar que está bem, mas vive a base de remédios sejam para a dor dos procedimentos cirúrgicos como também para tentar esquecer sua tristeza.
As crianças só querem que ela cumpra com seu verdadeiro papel de mãe.
Mesmo deixando bem evidente logo no início que há algo errado, a história não é nada previsível.
A  narrativa inteligente e muito viceral tem como base os traumas, conflitos familiares e a força do amor fraternal.


A atuação de Elias e Lukas, que têm o mesmo nome na vida real, contribuem muito para a imersão na história. Aliado a essa atuação o cenário e a casa são a personificação da solidão.
Várias cenas estão ali para confundir ainda mais e nos afastar da verdade. E mesmo após o fim do longa é possível questionar a necessidade de algumas cenas enquanto outras ficam sem explicação.
Boa Noite, Mamãe é o tipo de filme que você sai do cinema e começa a relembrar dos detalhes porque eles podem responder a muitas perguntas como também gerar mais dúvidas.
Esse relato cruel mostra os fantasmas que assombram a mente humana diante de situações traumáticas e até que ponto alguém pode ser pressionado antes de perder a sanidade.
Portanto o filme é indicado para quem tem estômago e coração forte.

Nota: 3/5.

Enjoy! See you soon!

Crítica: Boa Noite, Mamãe (Ich seh, Ich seh, Áustria, 2014) Crítica: Boa Noite, Mamãe (Ich seh, Ich seh, Áustria, 2014) Reviewed by Evelyne V. Nami on 21.3.16 Rating: 5

Nenhum comentário

Faça a alegria da blogueira que vos escreve: deixe um comentário sobre o post!!!

Post AD